CORONAVÍRUS, ANSIEDADE E ESPERANÇA

sexta-feira, abril 17, 2020


"Se não pode ir para fora, vá para dentro." Ilustração por: Malu Vianna


Oi gente, tudo bem?

Queria falar um pouco sobre esse momento em que estamos vivendo. 


     Toda doença, o vírus como estamos enfrentando agora é uma prova, vamos dizer assim, mas a gente tem costume, a gente incluindo eu, tá? De nos encher de medo, pavor e neuroses, mas devemos ver o que de positivo nós podemos tirar disso, lembrando de que tudo que acontece está nos propósitos divinos do Criador. 

     Não cai uma folha de uma árvore sem que o Pai celestial autorize. Mas mesmo para aqueles que não tem religião ou não acreditam em Deus, esse momento serve de escola para podermos tentar transmutar todo esse sentimento de angústia, ansiedade e medo para modificarmos o nosso agora, o presente. 

     A gente vive sempre no futuro, não é mesmo? A gente cria paranoias e ansiedades porque imaginamos tudo que pode acontecer e esquecemos de moldar o presente. E, normalmente, pensamos só coisas ruins, contribuindo para a atmosfera da nossa casa e terrestre ficar cada vez mais densa e propensa à doença. 

     Devemos "aceitar" essa doença, não ter raiva, pois ela foi “permitida” pelo Criador, com algum propósito divino em nossas vidas, mesmo que a gente ainda não tenha descoberto isso. Mas percebem como a humanidade está meio que de alguma forma se unindo dentro de um mesmo propósito? Como todos tiveram que desacelerar essas vidas automáticas e materiais e olhar para dentro, para família, para si mesmos? Se conhecer dói, ficar sozinho dói. Esse propósito é que devemos trabalhar em nós. O autoconhecimento. Tão dolorido, mas ao mesmo tempo, depois que vamos nos conhecendo fica tudo mais claro e em paz.
     
     A Natureza está ressurgindo, os pássaros cantando de novo, as lagoas se despoluindo, os céus ficando mais azuis. É a força da natureza em resposta a tudo que nós andamos fazendo durante séculos e séculos de destruição. 

     Bom, o que queria dizer, meus amigos é que mesmo nas horas mais difíceis, nós busquemos um prazer, uma música, uma prece, algo que te faça bem, que saiamos dessa vibração do medo e passamos a pensar no bem, no que a gente pode fazer de bom, para nós mesmos, e quando estivermos bem, no que a gente pode fazer pelo próximo.

     Cara, eu sou cheia de falhas, não sou a pessoa mais iluminada e espiritualizada do mundo, logicamente, só queria tentar ajudar com o pouco que estou aprendendo com isso tudo, e se vocês quiserem conversar, perguntar alguma coisa sobre esses temas, eu to aqui! E vou postar sobre os temas que falei no insta, principalmente sobre ansiedade e astrologia, mas também estou fazendo essa busca interior, então estou meio ausente por enquanto, mas logo logo vou postar,

beijinhos!

Malu Vianna

Você poderá gostar

0 comments

Subscribe